Informativos

28 de Outubro de 2020

Prezados Associados do CBG.

 

A FFB – Federação Felina Brasileira enviou-nos a normativa abaixo para adequação de serviços de registro/criação.

Nesta normativa, nenhuma regra está sendo alterada. Estão apenas normatizando os pontos que vêm gerando dúvidas e dificuldades de interpretações.

Pedimos a todos que tomem conhecimento destas, e em caso de dúvida entre em contato com o CBG para esclarecimento.

As considerações do CBG estão destacadas EM VERMELHO, após cada item.

 

Att

CBG

 

Mensagem enviada pela FFB ao CBG em 20/10/2020:

 

Normativa FFB – OUTUBRO/2020

 

Prezados dirigentes dos Clubes filiados à FFB – Federação Felina Brasileira.

Com objetivo de instruir nossos membros e complementar medidas que precisam ser ajustadas nos diversos procedimentos que envolvem a criação e o registro de gatos para criadores filiados à nossa Federação, estamos emitindo a normativa abaixo.

Solicitamos atenção nas datas dos inícios dos procedimentos e, em caso de dúvidas, consulte a FFB para esclarecimentos e suporte.

Por favor, repassem as informações aos seus associados o quanto antes.

 

1.TRANSFERÊNCIA DE PEDIGREES DE OUTRAS FEDERAÇÕES:

 

Algumas federações utilizam o documento de transferência no verso do pedigree.

Como a FFB recebe documentos digitalizados, é preciso ter certeza de que a transferência enviada é realmente do gato em questão, uma vez que o verso do pedigree não traz o nome do gato.

A partir de 01/11/2020 não serão mais aceitos documentos de transferência sem a devida identificação do gato. Cada clube deve solicitar, aos seus associados, que identifiquem o gato no documento de transferência.

Os clubes devem tomar precauções para evitar a possibilidade de fraude onde um documento de transferência seja utilizado mais de uma vez.

Cada transferência deverá ser validada pelo Clube solicitante.

Importante observar que, cada federação determina um protocolo de transferência e esse será observado pela FFB para o reconhecimento da solicitação.

 

2.TRANSFERÊNCIA DE PROPRIEDADE DE GATOS “NOT FOR BREEDING”

 

Visando possibilitar a identificação do tutor/proprietário de qualquer gato que se encontre perdido, furtado ou em situação de maus tratos, a FFB solicita aos clubes que orientem seus associados a fazerem a transferência de propriedade dos gatos “not for breeding”.

 

Sugerimos que os clubes façam uma campanha de conscientização direcionada aos associados.

 

Para estimular a adesão dos criadores, a FFB estará isentando os clubes da taxa de transferência de propriedade de gatos “not for breeding”, a partir de 1/11/2020 e até 30/06/2021, para os Clubes que divulgarem em seus meios de comunicação pública uma campanha realizada em parceria com a FFB.

 

Nota CBG:

Aos nossos associados, neste período (de 01/11/2020 a 30/06/2021), o CBG fará a seguinte promoção no Catsys:

- Transferência For Breeding: De R$35,00 por R$15,00

- Transferência Not For Breeding: De R$35,00 por R$15,00

 

 3.HOMOLOGAÇÕES DE PEDIGREES

 

A FFB reconhece os pedigrees emitidos pelas seguintes associações:

 

a.      Federações e/ou Clubes membros do WCC ( World Cat Congress). São eles:

 

  FIFe - Fédération Internationale Féline 

  CFA - Cat Fanciers' Association

  TICA - The International Cat Association  

  WCF - World Cat Federation  

  WCF - World Cat Federation  

  ACF - Australian Cat Federation  

  NZCF - New Zealand Cat Fancy  

  CCC of A - Co-Ordinating Cat Council of Australia  

  GCCF - Governing Council of the Cat Fancy  

  SACC -  Southern African Cat Council 

 

b.      Entidades Governamentais responsáveis pela emissão de Registros Felinos.

 

NOTA: *CONSULTAR A FFB, PREVIAMENTE, EM CASOS DIFERENTES PARA AVALIAÇÃO DO DOCUMENTO EM QUESTÃO. Lembramos que, como já informado anteriormente, **os pedigrees devem ser emitidos conforme regras da federação responsável pelo clube emissor, seguindo seu padrão, codificação e conteúdo. A partir de 01/11/2020 não serão aceitos para homologação pedigrees em desacordo com o informado acima. Para gatos já adquiridos com pedigrees que estão sendo aceitos atualmente e ainda não homologados, *enviar para a FFB para análise caso a caso, até a mesma data, 01/11/2020, imagem do contrato de compra e venda datado e assinado. Após a análise, a FFB reserva-se o direito de aceitar, ou não, a homologação do pedigree apresentado.

 

Nota CBG:

 

*O associado CBG deve solicitar orientação e/ou enviar documentos ao CBG, não sendo permitido entrar em contato diretamente com a FFB.

 

** Por exemplo, se o pedigree for emitido por um membro FIFe, o documento deve seguir o padrão FIFe, com os códigos EMS descritos corretamente.

 

Obs: Se você tem dúvidas quanto à validade do pedigree do gato que quer adquirir, acesse o menu “Dúvidas” no seu Catsys e nos envie por lá a imagem do pedigree para análise. Faça isso antes de realizar a compra do gato, para evitar prejuízos. Este serviço será prestado apenas para associados CBG.

 

4. HOMOLOGAÇÕES DE PEDIGREES DE OUTRA FEDERAÇÃO DE CRIADORES COM GATIL FIFE.

 

1.      Se o criador não for sócio ativo de nenhum clube FIFe no Brasil:

a.      O pedigree é homologado.

b.      O clube responsável pela solicitação de registro do gatil na FIFe será contatado para providências (resgate do criador ou cancelamento do gatil).

 

2.      Se o criador for sócio ativo de algum dos clubes FIFe:

a.      O pedigree não será homologado.

b.      O clube responsável pelo criador será contatado para orientar o criador a registrar a ninhada em questão e/ou medidas cabíveis.

 

Nota CBG:

Para melhor entendimento, a normativa 4.2 diz que, se você adquirir um gato de um criador associado a um clube FIFe, mas o pedigree do gato não é FIFe, a FFB não homologará este pedigree a menos que o criador registre a ninhada na FIFe. Caso este gato já tenha mais de 10 meses, verifique item 10 desta normativa, referente à multa. Ou seja, recomendamos que adquiram gatos de criadores associados FIFe apenas e somente se o pedigree do gato for FIFe. Exija o pedigree.

­

Lembrem-se: De acordo com a reg 5.1.1 da FIFe (Breed Reg Rules FIFe), filhotes nascidos em gatil FIFe, devem ser, PRIMEIRAMENTE, registrados na FIFe.

 

5. CO-PROPRIEDADE DE GATOS

 

1.      A partir de 01/11/2020 não será aceito copropriedade em gatos, exceto para casais sócios de um mesmo gatil.

2.      Os casos existentes de copropriedade serão identificados e os clubes aos quais os proprietários são filiados serão acionados a fim de contatá-los para tentar reverter definir um dos nomes como proprietário único.

 

6. CRIADORES COM REGISTRO FIFe MEMBROS EM MAIS DE UM CLUBE FFB

 

1.      Visando definir o clube responsável pelos registros e medidas éticas de conduta e de criação aos criadores que se encontram associados a mais de um clube, membro FFB, solicitamos que:

 

a. Todos os clubes informem seus associados que, caracterizando a situação descrita no item 1 acima, o mesmo deverá definir e informar a todos os clubes de qual é membro, qual será o único clube pelo qual realizará todos os serviços de registros e homologações, sendo este, o clube responsável por ele.

 

b. Os membros criadores poderão continuar a ser associados aos demais membros FFB para participação de exposições e eventos como membro dos mesmos.

 

c. Criadores, membros de clubes de raças específicas, deverão fazer seus serviços no respectivo clube, quando tratar-se da raça em questão e deverão indicar o clube onde realizarão os mesmos serviços no caso de outras raças.

 

A medida acima será adotada pela FFB a partir de 01/11/2020.

 

Nota CBG:

Caso você seja associado á mais algum clube FFB no Brasil além do CBG, favor nos informar por email até o dia 01/11/2020, por qual clube você realizará os serviços relacionados aos seus gatos (registro de ninhadas, transferências, homologações, segundas-vias, etc). O NÃO-envio desta informação, será entendida como sendo o CBG o clube de escolha.

 

7.FORMULÁRIOS FFB (interno)

8. ATESTADOS DE REPRODUÇÃO

 

Primeiramente, gostaríamos de agradecer o empenho de todos para o estabelecimento dos atestados para a reprodução dos gatos. Como criadores, buscamos fixar boas características em um gato. Dessa forma, a escolha de um indivíduo com alguma das características apontadas pela FIFe em seus regulamentos como não aceitas para reprodução, não é permitida.

Nessa primeira fase notamos que, na grande maioria, os atestados estão sendo emitidos depois do nascimento dos filhotes, em datas prévias à solicitação do registro. Ora, entendemos que um atestado passa a valer depois de sua data de emissão, não tendo valor retroativo para a ninhada que, em alguns casos, o acompanha.

Como é do conhecimento, gatos que receberam avaliação em exposições podem apresentar os CERTIFICADOS no lugar dos atestados.

Dessa forma, a partir de 01/11/2020, só serão aceitos atestados e certificados emitidos, pelo menos, 75 dias antes da data de nascimento dos filhotes sendo que os gatos deverão ter pelo menos 10 meses na data de emissão do CERTIFICADO de exposição.

NOTA: Para ninhadas já nascidas e ainda não registradas, e para gatas prenhes até a data acima, os certificados e/ou atestados, estando com todas as condições atendidas exceto a data estipulada acima, serão aceitos.

 

Nota CBG:

- O atestado de saúde reprodutiva dos pais deve ter sido emitido pelo menos 75 dias antes do nascimento da ninhada, ou seja, antes do período do acasalamento.

- Caso prefira anexar um certificado de exposição ao invés de atestado, este certificado deve ter sido emitido ao menos 75 dias antes do nascimento dos filhotes. Para pais com menos de 10 meses de idade, apenas os atestados de saúde serão aceitos.

- Certificado de exposição de filhotes até 10 meses não serão aceitos.

- Verifique os atestados e certificados dos pais antes de preencher o registro de uma ninhada no Catsys. Atualize-os se necessário.

 

9. REGRA SOBRE REPRODUÇÃO DE FÊMEAS COM MAIS DE 7 ANOS DE IDADE

 

Fica estabelecido que a partir de 01/01/2021 todas as fêmeas em reprodução com idade superior a 7 anos devem passar por check up Médico Veterinário anual previamente ao cruzamento, devendo o criador apresentar o laudo emitido junto com o mapa de ninhada dos filhotes gerados.

O laudo deverá conter todos os dados da gata, incluindo número de microchip e os dados do proprietário.

 

Nota CBG:

- O laudo deve ser anexado no cadastro da fêmea, no Catsys.

- Este laudo não substitui o atestado de saúde reprodutiva. Os dois são necessários.

- Apenas o laudo é necessário. Não precisa anexar resultados de exames.

- Segue abaixo, modelo do laudo. Atenção para a data de emissão, que deve ser de, pelo menos, 75 dias antes do nascimento da ninhada, e deve ser renovado anualmente.

 

MODELO DE LAUDO PARA REPRODUÇÃO DE FÊMEA COM + 7 ANOS

 

PAPEL TIMBRADO CONTENDO ENDEREÇO E TELEFONE DA CLÍNICA, HOSPITAL OU VETERINÁRIO

 

Identificação do proprietário da gata

Nome completo

 

Identificação da gata

Nome completo

Número do microchip

Raça, sexo, idade

 

Atesto ter examinado clinicamente a gata identificada acima, e a mesma encontra-se em perfeito estado de saúde, estando assim, ainda apta a reprodução, gestação e parto.

 

Cidade, data de emissão do atestado (pelo menos 75 dias antes do nascimento dos filhotes)

 

Identificação do médico veterinário

Nome completo

Número do CRMV

Carimbo

Assinatura

 

10. REGISTRO TARDIO

 

A partir de 1/11/2020, os clubes devem criar regras próprias, por meio de regimentos internos ou estatutos, para registro de ninhadas de acordo com as regras abaixo:

 

1. A solicitação de registro de ninhada deverá ser efetuada dentro do prazo de 4 meses, a contar da data do nascimento;*

 

2. Após 4 meses de idade, será cobrado o valor dobrado de cada pedigree, com tolerância máxima de até 10 meses de idade.**

 

3. Após 10 meses de idade, será cobrada uma taxa adicional de registro de ninhada tardia, na primeira incidência. Em caso de reincidência a taxa é multiplicada pela quantidade de ocorrências. ***

 

Nota CBG:

Sendo assim, os valores serão conforme abaixo:

*Registro solicitado para ninhada até 4 meses de idade

Valor: R$ 35 (por filhote)

**Registro solicitado para ninhada de 4 a 10 meses de idade

Valor: R$ 70 (por filhote)

***Registro solicitado para ninhada com mais de 10 meses de idade

1ª Incidência > Valor: R$ 70 (por filhote) + R$200,00

1ª Reincidência > Valor: R$ 70 (por filhote) + R$300,00

2ª Reincidência > Valor: R$ 70 (por filhote) + R$400,00

E assim sucessivamente.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

29 de Setembro de 2020

HOMOLOGAÇÃO DE PEDIGREES DE OUTRAS FEDERAÇÕES

Prezados Associados.

 

A regulamentação da FFB (Federação Felina Brasileira) para homologação de pedigrees diz que o clube emissor do pedigree deve ser membro de uma Federação Internacionalmente reconhecida.

 

O vínculo do clube a uma Federação estabelece que este deva utilizar dos procedimentos estabelecidos por esta, no reconhecimento de raças, na realização de exposições e, também, no padrão de emissão de pedigrees. Alguns pedigrees têm sido enviados para homologação na FFB em desalinho com o padrão ao que o clube emissor é afiliado, como por exemplo, a codificação e descrição de variedades.

 

Desta forma, a FFB nos informou que, a partir de 01/11/2020, estes pedigrees só serão homologados quando estiverem coerentes com o padrão da respectiva federação.

 

Alertamos, então, para quem tenha homologações pendentes, que verifiquem os termos acima e procurem se antecipar a possíveis dificuldades posteriores. Esta informação é muito mais importante para processos de aquisição de novos gatos. Chequem o documento de pedigree emitido “ANTES“ da finalização da aquisição dos mesmos.

 

O CBG está disponível para consultas e esclarecimentos sobre este e outros assuntos. Para isso utilizem nossos canais de contatos no link a seguir:

 

https://www.clubebrasileirodogato.com.br/contato

 

Atenciosamente,

CBG

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

10 de Abril de 2020

HOMOLOGAÇÃO DE PEDIGREES TICA

Senhores associados do CBG.

Segue abaixo, comunicado enviado pela FFB aos clubes filiados:

Caros Clubes associados a FFB (FIFE Brasil),


Tomamos ciência hoje, através de uma carta aberta do Sr Luiz Paulo Faccioli (Diretor Regional da TICA para a América do Sul), de uma orientação quanto ao propósito dos clubes charter TICA, que se destinam a realizar exposições em nome desta associação.
Ele ainda sinaliza que nenhum destes clubes está autorizado a emitir pedigrees em nome da TICA nem de usar a logomarca desta em seus impressos de pedigree.
A orientação está publicida na página oficial de um desses clubes no Facebook. (https://m.facebook.com/groups/1435378683400420?view=permalink&id=2770587706546171)
Diante disto a diretoria da FFB resolve e pede aos clubes associados que contatem seus associados individuais a fim de publicizar as seguintes medidas:
1- A FFB aceitará a homologação de pedigrees de gatos provenientes de clubes charter TICA mesmo sem registro na TICA INTERNACIONAL nos malotes de serviços encaminhados a FFB até 30/04/2020.
2- Após 30/04/2020 aceitaremos pedigrees que atendam ao disposto nas orientações do diretor regional TICA. Desta forma estes documentos não podem conter a logomarca da TICA em seus impressos e devem informar o número de registro do gato junto à TICA INTERNACIONAL (ou ainda ser encaminhado a nós juntamente com a tarjeta de registro TICA)
3- Diante da importância deste ajuste, possível repercussão e importância extrema da sua divulgação, a FFB estará postando publicamente anúncio através de todos os meios disponíveis a fim de atingir o mais rápido possível a toda a comunidade FIFe no Brasil.

Atenciosamente

Diretoria FFB

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

27 de Fevereiro de 2020

MICROCHIP

Senhores associados do CBG.

Segue abaixo, comunicado enviado pela FFB aos clubes filiados:

"Prezados membros"

Na busca em alinhar os conceitos de boas práticas na criação de animais de estimação, a FFB vem informar aos seus membros que, à partir de 01 de Março de 2020, para registro de novos indivíduos em nosso Livro de Origens , para emissão de um pedigree FFB, seja por homologação ou por registro de ninhada , seja o filhote para criação ( “for breeding” ) ou não (“not for breeding”), será exigido a apresentação de numeração de microchip devidamente implantado no animal.

Em tempo, continuaremos a aceitar a informação inicial da numeração do microchip no registro, através do mapa de ninhada, porém, para as homologações de pedigree que não indicarem a numeração bem como qualquer alteração/inclusão de numeração já registrada em nosso banco de dados, será necessário a apresentação de atestado de microchipagem carimbada e assinada por um  Médico Veterinário.

Att.

FFB - Federação Felina Brasileira "

 

Sendo assim:

A partir de 01/03/2020:

- ao preencher um mapa de ninhada, deve-se indicar número de microchip para todos os filhotes registrados.

- para uma homologação, se no pedigree do gato não constar número de microchip impresso, um atestado de microchipagem emitido por médico veterinário  deve ser anexado ao cadastro do gato.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

03 de Abril de 2019

ATESTADO REPRODUÇÃO

Em Abril de 2019, a FFB – Federação Felina Brasileira, à qual o CBG é filiado, emitiu nota referente à necessidade do atestado de saúde reprodutiva para gatos reprodutores. Este atestado deve ser anexado no campo “Atestado Saúde” no cadastro do gato, no Catsys.

 

Ao solicitar registro de ninhada, se o atestado não estiver anexado no campo correto, o sistema entende que não há atestado, e o registro é recusado. Pedimos a gentileza de se atentarem ao anexar o documento no campo correto, para que não percamos tempo para registrar os gatinhos. Aguardem sempre o completo carregamento do anexo antes de enviar para análise.

 

Notamos também que muitos atestados estão incompletos. A FFB exige todas as informações, e caso apenas uma delas falte, perdemos tempo também. Sendo assim, CLIQUE AQUI para ter acesso a um modelo de atestado. Os itens mais “esquecidos” são, o nome do proprietário, identificação e contato do médico, e a data de emissão do atestado. Fiquem atentos e confiram sempre!

 

O modelo de atestado está disponível também no site do CBG (Area Interna > Serviços > Registro de Ninhada).

 

Ao participar de uma exposição, os gatos passam pela inspeção veterinária. Portanto, um certificado de participação em shows FIFe também serve como atestado de saúde reprodutiva. Caso você não tenha o atestado emitido pelo médico, o certificado é aceito, desde que seja anexado no campo correto lá no cadastro (Atestado Saúde).

 

Atenção: NÃO anexe o atestado/certificado no campo “Histórico”.

Patrocinador Oficial

Apoio

Parceiros e ONGs

CBG - Clube Brasileiro do Gato